Empreendedorismo Social: Projeto de Feira de Ciências busca propostas para a saúde pública

“Buscando soluções para a saúde pública na cidade de São Paulo” é um trabalho criado por algumas alunas do 7º e do 8º do Colégio Bandeirantes como projeto da Feira de Ciências de 2016.

coração

O objetivo do trabalho é mapear os problemas da saúde pública em nossa cidade e buscar propostas e soluções para esta área.

Para conhecermos um pouco mais sobre essa realidade, elaboramos um questionário com algumas perguntas para pacientes, médicos e funcionários do  serviço público de saúde oferecido em São Paulo.

Assim, esperamos ter respostas que virão de pontos de vistas diferentes.

Você também pode participar!!!! Responda ao questionário e contribua com sugestões para essa área!!!

Acesse o questionário pelo QR code

Acesse o questionário pelo QR code

Com base nos resultados do questionário, pretendemos elaborar propostas, buscar propostas e contribuir com melhorias para uma saúde melhor…

Conheça mais sobre o projeto no Facebook!

https://www.facebook.com/alunasdocolegiobandeirantes

Divulgue e ajude-nos a colocar o nosso projeto em prática!!!!

Compartilhe:

Tomar vitamina talvez não seja assim tão bom!!!

Um dos antioxidantes mais usados pela população em geralA gente sempre escuta que fazer exercício nos ajuda a viver mais e melhor. A gente também escuta dizer que vitaminas, especialmente as que funcionam como antioxidantes, retardam o envelhecimento. Mas… alguns estudos recentes parecem mostrar que o uso desses complementos vitamínicos podem cortar um dos benefícios dos exercícios.
A prática de exercícios físicos tem como um de seus efeitos melhorar a sensibilidade à insulina e, logo, o metabolismo do açúcar no organismo. Ao mesmo tempo, ela aumenta a formação dos radicais livres, moléculas altamente reativas que causam dano às células.
De acordo com artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, a atividade física ajuda a aumentar a sensibilidade do corpo à insulina através da formação de oxigênio reativo, um radical livre, produzido pela queima de oxigênio no processo de respiração celular… e nós tomamos vitaminas antioxidantes justamente contra ele (e outros tipos de radicais livres)!!!
Os radicais livres são importantes para combater infecções, mas em excesso (processo conhecido com estresse oxidativo) podem provocar doenças.
O estudo foi realizado na Alemanha com voluntários que fizeram exercícios físicos e tomaram vitaminas C e E, em doses diárias de 1 g e 400 mg, respectivamente, e a sensibilidade à insulina e a quantidade de oxigênio reativo produzido foi comparada com voluntários que também fizeram exercícios físicos mas não tomaram as vitaminas.
Os pesquisadores da Universidade de Jena, liderados por Michael Ristow, observaram que os voluntários que tomaram as vitaminas não apresentaram alterações nos seus níveis de oxigênio reativo. Entretanto, entre os voluntários que não tomaram os suplementos os pesquisadores observaram um aumento na formação de radicais livres. Após quatro semanas de testes a atividade física melhorou a sensibilidade à insulina apenas no grupo que não ingeriu antioxidantes como suplementos.
Parece que os radicais livres gerados pela atividade física têm efeito benéfico ao aumentar a sensibilidade à insulina, mas esse efeito parece ser bloqueado pelo consumo de antioxidantes.
Fica a pergunta: será que precisamos mesmo tomar tantos antioxidantes assim, ou não será melhor praticarmos mais atividades físicas bem orientadas?

Fonte: Agência Fapesp (18/05/09)

Compartilhe: