Feira de Ciências traz projetos de Engenharia e Inovação

No dia 17 de outubro de 2015 ocorreu a 9.a edição da Feira de Ciências e Tecnologia do Colégio Bandeirantes, que contou com a presença de cerca de 900 pessoas. O tema deste ano foi “Engenharia e Inovação: o futuro que queremos construir”.

IMG_3133

Mais de 280 alunos participaram, sendo 176 do Ensinos Fundamental e 105 Ensino Médio. Foram 50 grupos que criaram e apresentaram suas pesquisas no evento. Este ano, o projeto de um dos grupos foi destinado à elaboração de um vídeo, com o intuito de documentar o trabalho desenvolvido pelos alunos, professores e coordenadores ao longo do ano.

IMG_3122

A Feira de Ciências é uma atividade extracurricular que proporciona ao aluno o primeiro contato com pesquisas científicas. Sob orientação de um professor e o acompanhamento de monitores, os grupos de alunos se reuniram semanalmente para realizar pesquisas e elaborar seus protótipos. Também foi preparado um relatório de acordo com o método científico, que foi avaliado pelos jurados.

IMG_3129

A escolha do vencedor consistiu na avaliação de jurados externos e também pelo público, que votou dando notas aos grupos.Os projetos, relatórios e apresentações foram avaliados por um total de 27 jurados, sendo que cada um avaliou de um a dois grupos. Dessa forma, cada grupo contou com três avaliadores.

IMG_3164

A avaliação dos 16 grupos do Ensino Médio foi realizada por professores das universidades USP, UNIFESP, FGV, Metodista, Mauá, Insper, Einstein – Medicina e Bandtec, e também por profissionais de diversas áreas, do British Council, da MATEC Engenharia e da Miracema-Nuodex.

IMG_3171

Este ano, ainda, o aluno formado em 2014, Dimitri Scripnic, atual estudante do ITA, apresentou, junto com um grupo de estudantes do ITA, seu projeto “ITA Rocket Design”. Foi um momento marcante, estes alunos compartilharem suas experiências durante este ano com o público em geral.

IMG_3134

A novidade deste ano foi a empresa UCAM, que juntamente com alunos do Idade Mídia e o grupo destinado à confecção do vídeo, apresentaram a transmissão de áudio e vídeo do evento ao vivo.

IMG_3139

Eles utilizaram uma câmera móvel, que possibilitou uma maior mobilidade e interação entre participantes da Feira, visitantes e repórteres, por meio de entrevistas e chamadas ao vivo.

Compartilhe:

Feira de Ciências acontece no dia 17

A Feira de Ciências e Tecnologia deste ano chega a sua 9.a edição e terá como tema Engenharia e Inovação. O evento acontecerá no sábado, dia 17 de outubro, das 13h às 17h, no Ginásio do Colégio.

feiraciencias001Desde o início do ano, alunos de diferentes séries puderam desenvolver projetos com a ajuda de mentores para que fossem apresentados na Feira. Para avaliá-los, uma comissão julgadora, composta por pesquisadores, profissionais e professores universitários vão analisar o conteúdo produzido e escolher um vencedor ao final do dia.

feiraciencias003

Dentre os projetos apresentados nesta edição estará o “ITA Rocket Design”, desenvolvido por estudantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), incluindo o aluno formado no Band em 2014, Dimitri Scripnic. O trabalho consiste na construção de um foguete e fez parte do IREC (Intercollegiate Rocket Engineering Competition) de 2015, alcançando a 2.a colocação do campeonato.

feiraciencias002

Também estarão presentes alunos do Idade Mídia e do Open City, que atuarão como repórteres do evento e manterão o Blog da Feira de Ciências atualizado. Não deixe de comparecer à Feira e conferir os trabalhos.

Compartilhe:

Química com Arte

Na última semana, a recepção do Colégio foi contemplada por uma tabela periódica artística produzida pelos alunos do 9.o ano. A instalação faz parte de uma atividade promovida pela equipe de Ciências composta pelos professores Elizabeth Pontes, Marta Rabello, Renato Villar e Wanderiza Lucas.

Professores Renato, Wa

Professores Renato Villar, Wanderiza Lucas, Elizabeth Pontes e Marta Rabello

Divididos em grupos, os estudantes tiveram a tarefa de representar um elemento da tabela em uma das formas de como ele é encontrado em nosso cotidiano. Por exemplo, o elemento carbono foi representado por um diamante. Cada sala ficou responsável por cerca de 15 elementos, separados pelos grupos da tabela. “Além de pesquisar sobre os componentes, eles também desenvolvem a habilidade de representar o que eles acham mais relevante”, declarou Renato Villar.

tabela_periodica_1

A inspiração para a atividade veio da criação do artista S. Kate Hutchison, chamada “The PeriodicTable Printmaking Project”. A obra reuniu diversos artistas para criar uma tabela periódica com uma representação diferente de cada elemento. Na versão bandeirantina, os alunos eram livres para utilizar a criatividade e representar o elemento da forma que queriam.

tabela_periodica_3

Além das telas pintadas, os alunos também escreveram poesias baseadas em cada elemento, desde os mais conhecidos, como o sódio até o zircôncio. A ideia é publicá-los em forma de ebook até o final do ano. “Foi interessante porque muitos dos textos falam das propriedades dos elementos, que faz parte do conteúdo trabalhado em sala de aula”, finalizou Renato.

Compartilhe:

Curso de Socorrista Aprendiz: 10 anos colocando os jovens em ação pela vida

Sofrer uma contusão durante o jogo. Queimar o braço enquanto cozinha. Engasgar com um pedaço de pão. Essas situações podem ocorrer com qualquer um de nós.

IMG_0760

Há 10 anos a Disciplina de Ciências desafia os alunos dos 8.os anos a estudarem essas e outras situações e discutirem estratégias que podem salvar vidas ou diminuir sequelas deixadas pela falta de atendimento adequado.

2014-10-07 17.11.34

Esse trabalho faz parte das atividades da Disciplina de Ciências, que tem a coordenação da Professora Cristiana e conta com os professores Lúcia, Mariana e Waldir. O curso de Socorrista Aprendiz é desenvolvido pelo Centro Ortopratika de Ensino e Pesquisa em Emergências Médicas, treinando os alunos dos 8.os anos em 4 momentos distintos.

2014-10-11 14.21.12

No primeiro deles, um especialista em salvamento realiza uma palestra nas salas de aula, durante a qual são analisadas situações reais de acidentes e as possíveis medidas a serem tomadas até a chegada do salvamento especializado. Sobre essa atividade, a professora Lúcia comenta: “Os alunos são orientados a refletirem sobre a importância das medidas de Primeiros Socorros, que devem ser prestadas rapidamente a uma pessoa, vítima de acidente ou de mal súbito, com o objetivo de manter suas funções vitais e evitar o agravamento das lesões. Qualquer pessoa treinada pode prestar os Primeiros Socorros até a chegada de assistência qualificada”.

IMG_0716

No segundo momento, os alunos são recebidos na quadra de esportes por um capitão do corpo de bombeiros. O capitão simula um acidente e os alunos são desafiados a prestarem os primeiros socorros. Nessa atividade, um dos alunos assume o papel de vítima e os demais são os socorristas.

foto5

Para isso, os alunos utilizam diversos equipamentos, tais como talas e ataduras, suportes para o pescoço e para a cabeça, além de uma maca, usada para a imobilização e o transporte de vítimas de traumas. “As situações-problema criadas durante a atividade permitem um envolvimento muito grande dos alunos. Eles se empenham na prestação de socorro de forma segura e rápida”, comenta o professor Waldir.

foto3

No terceiro momento, os alunos participam de aula prática, realizada por um dos profissionais em primeiros socorros, nos laboratórios do Colégio. A professora Mariana esclarece: “O trabalho de socorro organizado em equipe é fundamental em uma situação de emergência para a preservação da saúde do socorrista e também para não agravar a situação da vítima. Assim, o trabalho no laboratório possibilita o desenvolvimento de habilidades como o planejamento do socorro, a divisão de tarefas, a aplicação do conhecimento e a prática de técnicas fundamentais para garantir a integridade de todos os envolvidos em situações inesperadas em nosso dia a dia.”

No quarto e último momento, ocorre o treinamento na sede da Ortopratika. Essa atividade possui 4 horas de duração, os alunos praticam a Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) em caso de parada cardíaca, com uso do Desfibrilador Externo Automático (DEA). Os alunos aprovados nesse curso recebem a carteia de Socorrista Mirim, certificada pela American Heart Association, com validade de 2 anos.

De acordo com a Coordenadora Cristiana, “O curso Socorrista Aprendiz”, trouxe uma dimensão de aplicação prática autêntica para os nossos alunos. Não só eles aplicam o conteúdo visto durante o ano, mas já ficam preparados para ajudar a socorrer alguém em caso de necessidade. É uma parceria excepcional, uma educação significativa com o olhar social.

Compartilhe:

Força Canindé vence “melhor equipe estreante” em Abu Dhabi

Na etapa mundial da competição de F1 in Schools, que aconteceu em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), a equipe Força Canindé dos estudantes alunos Gabriel Saruhashi, Rafael Kaminski, Francisco Tada, Cristóbal Sciutto, Cristina Liu, Thomas Giordano, Pedro de Oliveira e Victoria Moribe,venceu o prêmio de melhor time estreante. O projeto, patrocinado pelo Bandeirantes, teve o apoio dos professores Cristiana Mattos, Franco Ramunno e José Ricardo de Almeida e também dos organizadores regionais do F1 in Schools , Manoel Belém e Waldemar Battaglia.

20141119 - 78

A competição, que aconteceu pela primeira vez no Brasil, consiste na construção de uma miniatura de carrinho de Fórmula 1. Além do critério de velocidade, ainda existem as avaliações da qualidade do estande, do projeto de marketing e do portfólio da equipe. Na etapa nacional, a escuderia venceu em primeiro lugar, garantindo, assim, a vaga para competir mundialmente.

20141119 - 68

20141120 - 18No Ferrari World, o maior parque temático da Ferrari, os alunos, acompanhados dos professores Franco e Almeida, puderam competir e interagir com equipes de diversas nacionalidades.

A Força Canindé garantiu o prêmio de melhor equipe estreante e teve o 20.o melhor tempo entre as 38 equipes. “A colocação final foi excelente, uma vez que não contamos com amplos patrocínios e éramos novos na competição”, explicou o aluno Thomas Giordando, Gerente de Marketing da escuderia. O prêmio foi entregue pela equipe de corrida de Fórmula 1 Sauber, que ainda permitiu que os alunos pudessem visitar o boxes do Circuito Yas Marina de corrida.

IMG_4637

O Coordenador de Química Prof. Ricardo Almeida ressaltou a importância da experiência profissional e cultural vivenciada pelos alunos durante a competição. “Eles aprenderam a lidar com frustações, alegrias e diferenças de forma muito madura”, explicou. “Esse resultado é um orgulho para todos nós”, acrescentou.

Confira mais informações pelo site da competição, clicando aqui.

Veja abaixo o vídeo da premiação dos alunos do Band a partir do minuto 43.

Compartilhe:

“Pequenos Cientistas” leva conhecimento e produtos para entidade

O projeto ONG Bandeirantes Pequenos Cientistas, do 6.o ano, vencedor na Feira de Ciências e Tecnologia, também arrecadou produtos para o Instituto dos Meninos de São Judas Tadeu (IMSJT). O Instituto é uma creche e escola para crianças de baixa renda. Já o principal objetivo da ONG Bandeirantes Pequenos Cientistas é levar conhecimento científico por meio de atividades lúdicas.

doacao1

Foram arrecadados brinquedos, livros, materiais didáticos, roupas, calçados, alimentos não-perecíveis e produtos de higiene. Com as doações já entregues, as aulas Anna Yumi, Elizabeth Kim, Julia Baik e Vitória Ortiz, do 6.o ano, e a professora orientadora Carolina Oreb, comentaram estar muito agradecidas à comunidade Band.

foto

No projeto, as alunas buscaram levar para as crianças experimentos que despertarem o interesse pela Ciência. A prof.a Carolina comentou que as alunas adquiriram o espírito empreendedor e solidária ao executarem o projeto. “Foi muito gratificante ver o sucesso do trabalho e  o brilho nos olhos das pequenas cientistas do Band e dos futuros cientistas do Instituto”, contou a orientadora.

As  alunas deram uma aula para as crianças do Instituto sobre o ciclo da água e sobre a necessidade do cuidado em sua utilização. “Foi um desafio para nós ensinar as crianças porque tivemos que adaptar nossa linguagem para elas”, comentou a aluna Vitória Ortiz.

Compartilhe:

Bel Pesce lança livro “A Menina do Vale 2” no Band

Finalizando as atividades da Feira de Ciências de 2014, o Band contou com uma palestra da empreendedora Isabel Pesce Mattos, mais conhecida como Bel Pesce ou a “menina do Vale”.

IMG_5212

A brasileira, que estudou no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, é fundadora da FazINOVA, escola de empreendedorismo e habilidades. Bel lançou o livro “A Menina do Vale 2”, que aborda diversos temas relacionados a sonhos e empreendedorismo.

IMG_5218

Além dos alunos e professores do Colégio, outro público que compareceu à palestra foi o de alunos e professores da BandTec, Faculdade de Tecnologia do Bandeirantes. O objetivo da visita é que se concluísse a longa jornada de alunos e professores orientadores da Feira de Ciências 2014, cujo tema foi “Ciência e Empreendedorismo”.

IMG_5216

Segundo um dos coordenadores da Feira, Prof. José Ricardo de Almeida, Bel Pesce reforçou que “para ser empreendedor, é necessário trabalhar duro para realizar seus sonhos. Não há segredos, fórmulas mágicas ou atalhos; só foco e suor”. Ele acredita que, a partir dessa definição, é desmitificada a crença de que ser empreendedor basta ter uma boa ideia.

IMG_5179

O Coordenador Acadêmico da BandTec Maurício Pimentel acredita que a palestra foi um “banho de motivação”. “Ela elucidou alguns conceitos que muitas pessoas têm sobre trabalhar em grandes empresas, além de tratar com muita naturalidade a carreira internacional”, contou.

Compartilhe:

Alunos vencem etapa nacional do F1 in Schools

Mesmo sem idade para dirigir um carro, os alunos do grupo Força Canindé, do Band, conquistaram o 1.o lugar do F1 in Schools, competição em que estudantes são desafiados a desenvolver uma miniatura de carro de Fórmula 1, em todos os seus aspectos. Com três equipes participantes, os alunos do Band preencheram, além do primeiro, o segundo (Booster) e terceiro lugar (Scuderia 907) empatado com a equipe Pegasus da FourC Academy. Este é o primeiro ano competição no Brasil, que reunirá na etapa internacional cerca de 40 países.

f1_2

O planejamento estratégico das escuderias iniciou-se em junho, que incluiu dividir as tarefas entre os membros do grupo. Cada membro foi responsável por um departamento como, por exemplo, de Engenharia, Marketing, Logística, Aerodinâmica, dentre outros. Em pouco tempo, todos os competidores foram avaliados por uma comissão técnica, analisando as diferentes funções dos departamentos. A corrida em si, não foi o único item avaliado.

f1_3

Para orientarem-se, os alunos contaram com a ajuda dos coordenadores Cristiana Mattos e José Ricardo de Almeida e do professor de Química Franco Ramunno, ajudando-os na parte da engenharia do projeto. Almeida ressaltou a importância da competição para a vida profissional e pessoal dos jovens. “Sem sombra de dúvida é uma experiência muito importante. É uma aprendizagem em que vivenciaram uma estrutura empreendedora”, contou. “É mais um passo de preparo para a vida adulta”, concluiu.

f1_4

O grupo “Força Canindé é composto pelos alunos: Cristina Liu, Cristobal Rodrigues, Gabriel Issao, Pedro Oliveira, Thomas Giordano, Victória Moribe, Francisco Tada e Rafael Kaminsk. Thomas contou que o nível de dificuldade foi maior que o esperado. “Na hora percebemos que não seria tão fácil, mas os problemas foram resolvidos”, relatou. “Foi uma superação”, acrescentou.

f1_1

Agora, eles se preparam para a etapa mundial, que acontecerá entre 16 e 19 de novembro em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. “Nossa meta é vencer as equipes de iniciantes”, contaram. O grupo reconhece a dificuldade de vencer, sendo a primeira equipe do Brasil a participar do torneio. Porém, seguem confiantes em mostrar o seu melhor.

Confira a carta de congratulações da F1 in Schools

Confia abaixo os vídeos da corrida e da premiação.

Compartilhe:

Alunos criam game educativo de Química

Um grupo de alunos, composto pelos alunos da 2.a série do Ensino Médio Cristóbal Sciutto, Fernando de Moraes, Gabriel Yshay, Guilherme Lacks, Isabela Baptista, Matheus Boger e Rafael Szair, participará da Feira de Ciências deste ano com um projeto de análise da eficácia dos games na sala de aula.

IMG_1664

Para isso, o grupo criou uma proposta de jogo relacionado a Química.  O projeto consiste em um jogo de RPG que instiga os alunos sobre conceitos básicos da disciplina. Eles acreditam que o conhecimento, quando aliado aos jogos, é “gravado mais facilmente e dificilmente esquecido”.

IMG_1684

A professora Vanderiza Rodrigues, que orientou o grupo junto da monitora Lígia Bozzi, afirma ser muito importante que o desejo de mudar os métodos do ensino surja dos próprios alunos.

IMG_1700

A impressora 3D auxiliou na produção dos personagens e ferramentas do jogo. Os estudantes dizem ter aprendido muito por meio de tutoriais e vídeos na internet. O aluno Matheus Boger acredita que os games são uma ótima forma para fixar alguns conhecimentos e afirma que muito do que aprendeu em Inglês, por exemplo, foi por meio de games.

Compartilhe:

Feira de Ciências acontece no sábado

Já pensou na fusão de empreendedorismo e Ciência? A Feira de Ciências e Tecnologia de 2014, cujo tema é Ciência e Empreendedorismo, irá mostrar essa união.

banner_net-2

Para isso, no início do ano, os professores assistiram a palestras com o Diretor de Operações do Colégio Eduardo Tambor e com o Diretor Acadêmico da Faculdade BandTec, Maurício Pimentel. Naquele momento, foram apresentadas discussões sobre o tema do empreendedorismo além de uma oficina de projetos da BandTec, que se tornou um parceira da Feira.

feira de ciências 2014_2

Durante o ano, os grupos de estudantes tiveram que, primeiramente, definir o que é empreendedorismo. Depois disso, procurar exemplos de pessoas e projetos empreendedores, aprofundar-se em um tema, planejar e finalmente o mais importante: executar o trabalho.

feira de ciências 2014_3

“O conceito de empreendedorismo na nossa área consiste em se apropriar de um conhecimento científico para tentar solucionar uma necessidade real da sociedade”, explicou Ricardo Almeida, um dos coordenadores da Feira.

feira de ciências 2014_4

A Feira contou com o apoio da Poli Endeavour, grupo de empreendedorismo da Escola Politécnica da USP. Devido à parceria, os alunos puderam conversar com diversos empreendedores sobre suas experiências e projetos futuros. Entre eles, André Insardi, CEO da Meia Bandeirada, Flavio Pripas, da Bitinvest, entre outros.

feira de ciências 2014_5

Não deixe de conferir a Feira de Ciências que acontecerá dia 18, sábado, das 13 às 17h, no Ginásio do Colégio.  A cobertura da Feira de Ciências será realizada pelos alunos do Idade Mídia e Open City neste blog.

Compartilhe: