Meditação + respiração consciente = Bem-estar físico e mental

Por Marcella Matida e Rafael Marcondes

Pensando em saudabilidade, muitas pessoas logo pensam em alimentação e exercícios físicos. Tentando escapar desse senso comum, o grupo resolveu apostar em métodos não tão convencionais: meditação e respiração consciente.
Meditar é desligar-se do mundo exterior e voltar-se para si mesmo. Ao entrar em estado de meditação, o indivíduo, que mantém uma respiração controlada, sente uma sensação de bem-estar e relaxamento únicos. Além disso, comprovadamente, a meditação diminui o risco de doenças cardíacas como hipertensão e auxilia no tratamento de doenças crônicas.
Para desenvolver o tema, além de inúmeras pesquisas, o grupo realizou sessões de meditação e respiração durante as semanas de provas e nas avaliações especiais do 3.o bimestre do Band. No final da “sessão zen”, os alunos preenchiam um questionário graduando a sensação de bem-estar físico e mental. Apurados todos os dados observou-se que no geral, os participantes se sentiram menos ansiosos e com maior capacidade de concentração e, portanto, mais preparados para realizarem as provas.

Durante a Feira de Ciências, os alunos montaram uma sala de meditação para disseminar seu projeto para o público. A sala, que foi banhada na cor azul, com o intuito de proporcionar uma profunda sensação de relaxamento. “Saúde é muito mais que apenas físico”, disse a aluna Marina Ingold. Vale lembrar que a prática da meditação não é vinculada a religiões e pode ser feito em qualquer lugar.

As sessões aconteceram na sala D5 às 13h15, 13h45, 14h15, 14h45 e 15h15.

 

 

Marina Ingold, uma das integrantes do grupo de pesquisa a respeito da meditação.

 

Compartilhe: