Empreendedorismo Social: Projeto de Feira de Ciências busca propostas para a saúde pública

“Buscando soluções para a saúde pública na cidade de São Paulo” é um trabalho criado por algumas alunas do 7º e do 8º do Colégio Bandeirantes como projeto da Feira de Ciências de 2016.

coração

O objetivo do trabalho é mapear os problemas da saúde pública em nossa cidade e buscar propostas e soluções para esta área.

Para conhecermos um pouco mais sobre essa realidade, elaboramos um questionário com algumas perguntas para pacientes, médicos e funcionários do  serviço público de saúde oferecido em São Paulo.

Assim, esperamos ter respostas que virão de pontos de vistas diferentes.

Você também pode participar!!!! Responda ao questionário e contribua com sugestões para essa área!!!

Acesse o questionário pelo QR code

Acesse o questionário pelo QR code

Com base nos resultados do questionário, pretendemos elaborar propostas, buscar propostas e contribuir com melhorias para uma saúde melhor…

Conheça mais sobre o projeto no Facebook!

https://www.facebook.com/alunasdocolegiobandeirantes

Divulgue e ajude-nos a colocar o nosso projeto em prática!!!!

Compartilhe:

Alunos são premiados na FEBRACE

As duas equipes que representaram o Bandeirantes na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) foram premiadas. Os projetos tiveram propostas tanto para a crise hídrica de São Paulo, quanto para o auxílio de deficientes visuais no reconhecimento de cores.

febrace14_1

Intitulado de “Estudo do concreto produzido com água de reuso de São Paulo: uma alternativa para a economia de água na construção civil”, o trabalho dos alunos Catarina Vallada, Enzo Profili e Guilherme Peres,da 3.a série, conquistou 3.o lugar na categoria Engenharia.

febrace14_2

A equipe foi orientada pelo professor de Geografia do Colégio, Pedro Coelho, e coorientada por Arthur Rupp, do Instituto Mauá de Tecnologia. O objetivo do projeto foi buscar uma solução sustentável para a crise hídrica dentro da Engenharia. A pesquisa foi realizada no ano passado para a Feira de Ciências do Band, na qual eles foram os 1.os colocados pelo júri técnico.

Para Guilherme, a interdisciplinaridade entre Ciências e Geografia- pela contextualização com a crise hídrica- e o caráter inovador da pesquisa foram fatores fundamentais para conquistar o lugar de destaque. “Acho que o fato de ter tido um alto embasamento científico foi essencial. Todos os nossos resultados foram justificados pelas nossas pesquisas, que seguiram uma rigorosa metodologia”, completou Enzo.

Já o projeto dos alunos Lucas Liberman, Pedro Takahaski e Rodrigo Koozo, orientado pelo professor de Física, Renato Villar e coorientado por Carlos Rafael Gimenes, da BandTec, ganhou o prêmio de Inovação em Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência.

A pesquisa realizada por eles foi intitulada de “Cromatoscopiofone: protótipo em Arduino para identificação de cores para deficiências visuais” e tinha como propósito auxiliar deficientes visuais no reconhecimento de cores através da emissão de sons a partir de cada espectro de cor.

Compartilhe:

Professores visitam Paraisópolis

O Colégio Bandeirantes, no ano de 2016, escolheu como tema para a sua tradicional Feira de Ciências o “Empreendedorismo Social”. Apesar do intenso crescimento no Brasil e no mundo -e de todas as oportunidades que gera quando a necessidade social é aliada ao investimento privado- a área ainda está em constante descobrimento conceitual.

1

Por isso, para embasar tecnicamente professores, orientadores e alunos, o Instituto Jatobás e o Instituto Sinapse de Educação pela Cidadania abraçaram a causa e estarão, durante todo o ano, desenvolvendo atividades e cooperando com a construção dos 11 projetos que serão apresentados na Feira em outubro.

2

Para começar o trabalho, os professores receberam material teórico elaborado pelo Prof. Ademar Bueno sobre o tema. Porém, como não se pode compreender problemas e necessidades sociais sem vivenciá-los, todos foram convidados a visitar Paraisópolis, comunidade na zona sul de São Paulo, circundada pelo bairro do Morumbi.

3

Recebidos por Claudia Raphael, representante da CUFA (Central Única das Favelas), o grupo circulou por entre ruas e becos para observar e ter contato com a realidade das cem mil pessoas que lá habitam. Questionados sobre quais as características que mais chamaram a atenção na visita -que aconteceu no fim da tarde quando os trabalhadores voltavam para suas casas -os professores relataram que sentiram forte o senso de pertencimento, comunidade e também de empreendedorismo, o que Claudia brinca de chamar de “Sevirologia”. Além disso, chamou a atenção dos educadores a pequena quantidade de escolas para atender à população.

5

Após a visita, na sede da CUFA, o Prof. Ademar Bueno provocou um pequeno debate sobre o papel dos três setores no Brasil e as oportunidades que estão surgindo na área de empreendedorismo social.

4

Para o professor Ricardo Almeida, Coordenador do projeto junto ao Instituto Jatobás, “o Bandeirantes está na vanguarda no que diz respeito ao envolvimento de professores e alunos com causas e problemas sociais, justificando cada vez mais o posto de um dos melhores Colégios do Brasil”.

Compartilhe:

Band na FEBRACE

Este ano o Band será representado por 2 grupos de alunos na FEBRACE – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia. O evento acontece todos os anos na Faculdade Politécnica da USP e tem como objetivo estimular novas vocações em estudantes através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores.

evknqhiD

Em 2015, 341 projetos foram selecionados como finalistas entre um grupo de mais de 2,2 mil trabalhos, submetidos diretamente pelos estudantes ou por meio das 125 escolas afiliadas. Estes escolhidos, além de apresentarem os trabalhos para um juri técnico formado para os professores da USP e alunos de pós graduação, ainda participam da votação popular. O grupo que conseguir a maior quantidade de votos na internet recebe uma premiação especial.

Dentre os selecionados para representar o Band na FEBRACE deste ano está o projeto “Cromatoscopiofone: protótipo em Arduino para identificação de cores para deficientes visuais”, desenvolvido pelos alunos Rodrigo Koozo Sakano Kamimura, Lucas Liberman Fernandes, Pedro Takahaski Fernandes, sob orientação dos professores Renato Pacheco Villar e Carlos Rafael Gimenes das Neves.

756

Também faz parte do grupo de escolhidos como finalistas, o trabalho intitulado de “Estudo do concreto produzido com água de reúso de São Paulo: uma alternativa para a economia de água na construção civil”, projetado pelos estudantes, Catarina Maria Ferreira Alves Mattos Sarmento Vallada, Guilherme Menichelli Peres, Enzo Bastos Profili e orientado pelos professores Pedro Paulo Teixeira Coelho, Arthur Henrique Coppola Rupp.

Para saber mais sobre os trabalhos e ajudá-los na votação do júri popular, basta entrar no link dos projetos (aqui e aqui) e curtir via Facebook!

Compartilhe:

Feira de Ciências e Tecnologia 2016 – Inscrições

Estão abertas as inscrições para a X Feira de Ciências e Tecnologia do Colégio Bandeirantes. Este ano o tema da Feira é “Empreendedorismo Social: Um Mundo Novo a Construir!“. Poderão se inscrever para este projeto apenas alunos do Segundo ano do Ensino Médio.

IMG_0784Confira os melhores momentos da Feira de Ciências 2015 aqui.

Para participar, os alunos devem se organizar em grupos de 4 a 6 integrantes, escolher um para ser o líder do grupo (que será o nosso contato com o grupo) e preencher a Ficha de Inscrição.

O grupos que se inscreverem devem, impreterivelmente, comparecer na sala A35 às 9h30min no dia 4 de março. As reuniões com os professores orientadores serão iniciadas na semana do dia 7 de março e ocorrerão semanalmente em horário escolhido pelos grupos no momento da inscrição. (Lembre-se de escolher o horário das reuniões semanais do grupo no link ao final da ficha de inscrição!)

Esse ano, também será realizado o Curso de Criação e Desenvolvimento de Apps Web, que tem como objetivo criar, utilizando o Visual Studio, um app Web para desktop e para mobile, em C# e JavaScript.

O curso será oferecido para 25 alunos do Segundo ano do Ensino Médio, às terças-feiras das 14h40min às 17h40min.

No final do ano, os alunos participantes do curso, apresentarão o trabalho desenvolvido por eles na Feira de Ciências. Os interessados devem se inscrever aqui.

Lembramos que os alunos que se inscrevem para o Curso de Criação e Desenvolvimento de Apps Web não poderão se inscrever para outros grupos da Feira de Ciências!

Compartilhe:

Feira de Ciências traz projetos de Engenharia e Inovação

No dia 17 de outubro de 2015 ocorreu a 9.a edição da Feira de Ciências e Tecnologia do Colégio Bandeirantes, que contou com a presença de cerca de 900 pessoas. O tema deste ano foi “Engenharia e Inovação: o futuro que queremos construir”.

IMG_3133

Mais de 280 alunos participaram, sendo 176 do Ensinos Fundamental e 105 Ensino Médio. Foram 50 grupos que criaram e apresentaram suas pesquisas no evento. Este ano, o projeto de um dos grupos foi destinado à elaboração de um vídeo, com o intuito de documentar o trabalho desenvolvido pelos alunos, professores e coordenadores ao longo do ano.

IMG_3122

A Feira de Ciências é uma atividade extracurricular que proporciona ao aluno o primeiro contato com pesquisas científicas. Sob orientação de um professor e o acompanhamento de monitores, os grupos de alunos se reuniram semanalmente para realizar pesquisas e elaborar seus protótipos. Também foi preparado um relatório de acordo com o método científico, que foi avaliado pelos jurados.

IMG_3129

A escolha do vencedor consistiu na avaliação de jurados externos e também pelo público, que votou dando notas aos grupos.Os projetos, relatórios e apresentações foram avaliados por um total de 27 jurados, sendo que cada um avaliou de um a dois grupos. Dessa forma, cada grupo contou com três avaliadores.

IMG_3164

A avaliação dos 16 grupos do Ensino Médio foi realizada por professores das universidades USP, UNIFESP, FGV, Metodista, Mauá, Insper, Einstein – Medicina e Bandtec, e também por profissionais de diversas áreas, do British Council, da MATEC Engenharia e da Miracema-Nuodex.

IMG_3171

Este ano, ainda, o aluno formado em 2014, Dimitri Scripnic, atual estudante do ITA, apresentou, junto com um grupo de estudantes do ITA, seu projeto “ITA Rocket Design”. Foi um momento marcante, estes alunos compartilharem suas experiências durante este ano com o público em geral.

IMG_3134

A novidade deste ano foi a empresa UCAM, que juntamente com alunos do Idade Mídia e o grupo destinado à confecção do vídeo, apresentaram a transmissão de áudio e vídeo do evento ao vivo.

IMG_3139

Eles utilizaram uma câmera móvel, que possibilitou uma maior mobilidade e interação entre participantes da Feira, visitantes e repórteres, por meio de entrevistas e chamadas ao vivo.

Compartilhe:

Resultados da Feira de Ciências 2015

E chega ao fim mais uma edição da Feira de Ciências e Tecnologia do Colégio Bandeirantes! É com muito orgulho que agradecemos a participação de todos, tanto dos alunos quanto dos visitantes do colégio, sejam eles pais dos expositores ou pais que vieram para conhecer o colégio. Tivemos cerca de 1100 visitantes hoje, um número incrível e estarrecedor que mostra o interesse popular por ciência, tecnologia e inovação!

IMG_0784

 

Sem mais delongas, estamos orgulhosos de anunciar os vencedores da IX Feira de Ciências e Tecnologia:

Ganhadores do Ensino Médio no Júri Científico (0-10)
Primeiro lugar: Estudo do concreto executado com água de reuso de São Paulo (média: 9,78)
Segundo lugar: Cromatoscopiofone: Protótipo em arduino identificador de cores para deficientes visuais (média: 9,52)
Terceiro lugar: Análise da eficiência na filtração do ar em ambientes internos com três espécies comuns de plantas (média: 9,44)

Ganhadores do Ensino Fundamental no Júri Científico (0-40)

6.o ano: Energia solar + meio de transporte = um futuro melhor (média: 39,52)

7.o ano: Energia Salgada (média: 40,00)

8.o ano: HAPP: o sistema de APH do século XXI (média: 35,24)

9.o ano: TrokeJá: Aplicativo de trocas em condomínios (média: 33,14)

 

Ganhadores do Ensino Fundamental no Júri Popular

6.o ano: Vencendo obstáculos

7.o ano: Easy Work

8.o ano: Drunk or not?

9.o ano: Sauda Búrguer

Ganhador do Ensino Médio no Júri Popular

Próteses: confecção e estudo comparativo entre as convencionais e as fabricadas em impressoras 3D.

 

IMG_0786

Compartilhe:

Seguidor Solar

Os alunos Felipe Dayoub, Giulia Campacci, Guilherme Ferreira, Ian Castro, Julio Obeid, Laura Guarnier, Mateus Martins e Pedro Miguel desenvolveram um painel solar que pode aproveitar cerca de 10% a mais da luz solar e produzir mais energia.

O projeto consiste numa série de sensores e motores que identificam a origem da luz e fazem o painel se virar para o lado onde a superfície dele ficará o mais próximo de 90° da luz solar. Isso permite que as células fotovoltaicas produzam mais energia, pois a quantidade de luz solar é maior.  De tal modo, há um aproveitamento imensamente maior da luz solar, permitindo que a gama energética brasileira seja ampliada e criando sistemas mais eficientes e sustentáveis.IMG_0741por Cássio Tales

 

Compartilhe:

Caixa d’água

Os alunos do Colégio Bandeirantes impressionam cada vez mais com sua criatividade em conjunto com a ciência. Um grupo de garotas do sexto ano, com a ajuda de um engenheiro eletrônico, montaram um sistema que mede a quantidade de água na caixa d’água e o fluxo com o qual ela sai, tendo como complemento a isso, elas programaram um aplicativo que controla o projeto e dá dicas para redução do consumo de água. As meninas têm planos de disponibilizar o aplicativo nas plataformas IOS e Android, e vender o kit para que qualquer um possa controlar sua caixa d’água.12168803_1050570781633924_1778259562_opor Sabrina Julia Vicente

 

Compartilhe:

Experimento propõe despoluição do ar

Os alunos Gabriel Barreira, Gabriela Lucati, Julia Pereira, Luiz Francesconi, Mariana Fang e Milena Lenora, da 2.a série, pesquisaram a eficiência de três espécies diferentes de plantas na absorção de poluentes atmosféricos, como O3, NO2 e SO2.

IMG_0708

O experimento, apesar de não se conclusivo por não ter aproveitado um ciclo anual das plantas, devido ao limite de tempo proposto para os alunos realizarem as pesquisas, parece ser um experimento promissor. As plantas da experiência – Jibóia, Espada-de-São-Jorge e Palmeira de Jardim – demonstraram uma alta eficiência na absorção dos principais poluentes da capital paulista.

IMG_0688

 

As espécimes  podem ser usadas em ambientes internos, como salas de estar e quartos, para melhorar a qualidade do ar das casas e consequentemente melhorar a qualidade de vida de seus moradores.

Por Cássio Tales

Compartilhe: